Por que eu saí da Igreja?

Eu não gosto de ficar me justificando (e realmente não imaginei que nesse caso fosse preciso) mas acho que quem precisa falar sobre isso sou eu, apesar de muitos estarem me cobrando. Aproveitando o embalo de que algumas pessoas precisam ler o que eu vou dizer, vai ficar tudo gravado por aqui mesmo.

Então tá: EU NÃO SOU MAIS EVANGÉLICA.

O que isso significa? Que eu sou uma pessoa livre e tomei uma decisão por conta própria

Onde você quer chegar com isso? Em lugar nenhum, é só mais uma entre tantas escolhas que a gente faz na vida.

Você virou ateia? Não.

Você virou inimiga da Igreja? Não.

Então por que fica atacando a Igreja no seu blog? É bem aí que eu quero chegar.

Basta fazer uma leitura atenta aos poucos textos que eu postei sobre influências religiosas para ficar claro que eu não estou atacando a Igreja ou a religião, estou atacando ideias. As mesmas ideias que me fizeram virar as costas para a religião dos meus pais e deixar de frequentar o local físico da Igreja com o qual eu estava acostumada desde sempre.

Sempre mesmo. Não existiu um dia na minha vida anterior à essa decisão que eu não tenha feito parte da comunidade evangélica. Eu nasci na Igreja, fui apresentada à Igreja, e nunca havia “conhecido o mundo”. Eu fui praticamente criada dentro de Igrejas. Foi na Igreja que eu descobri meu amor por música, aprendi que é possível mudar vidas, conheci as pessoas que mais marcaram a minha vida, aprendi a ver além das aparências, vivi experiências maravilhosas e inexplicáveis. Não foi fácil deixar para trás uma parte enorme da minha história, mas é bem simples explicar o motivo que me levou a fazer isso.

Ideias.

Um dia eu percebi que não concordava com tudo do que era dito, pregado e espalhado pelos meus irmãos. Eu percebi que aquela não era a minha visão de amor, que aquela não era a minha batalha. Não é impossível continuar congregando após perceber isso, eu mesma prossegui por mais alguns anos e conheço muita gente que é ativa na Igreja mas tem ideais bem parecidos com os meus, e a verdade é que é muito difícil que alguém concorde com 100% do que é pregado pela própria Igreja, mas mesmo assim eles estão lá. Por que foi então que eu não consegui?

Porque as pessoas são diferentes, simples assim. Em determinado momento, eu não conseguia mais escutar uma pessoa influente passando para centenas de criaturas uma ideia que, na minha visão, não tinha nada de cristã. E não existe um espaço aberto para discutir esses assuntos. Não dá pra simplesmente chegar pro seu líder e falar “Oi, você poderia por favor parar de falar assim das religiões de matriz africana? É preconceito, preconceito que chegou até nós como herança do racismo explícito de centenas de anos atrás. Eu falei com Deus ontem e Ele me disse que eu tenho razão em me sentir ofendida já que você está ofendendo a minha origem. Tem como parar? Vamos conversar sobre as diversas formas de Deus se manifestar?”. A conversa podia até rolar, mas no final não tem outra saída. “Não se discute princípio Bíblicos”, fim.

Eu comecei me afastando aos poucos. E quanto mais eu me afastava da Igreja, mais eu me aproximava de Deus.

Eu levei anos para entender quem era Deus. Porque eu me obrigava a ver o deus que a religião me apresentava e não deixava que Ele se manifestasse de nenhuma maneira diferente das quais eu já conhecia. Eu levei anos para reconhecer que Deus é muito mais. E eu demorei porque me ensinaram a limitá-lo.

Desmond Tutu, arcebispo anglicano e Nobel da Paz, diz que é impossível que uma única religião possa apresentar a totalidade de Deus aos seus fieis. Porque Deus representa o infinito, e nenhuma mente humana, limitada, é capaz de compreender isto. Eu não conheço a Deus somente quando estou na Igreja, Deus está em tudo e em todos. Deus está em uma ação, em um gesto, em um olhar. Ele está na música que sai da minha boca, nos movimentos que me fazem dançar, na lágrima que rola pelo meu rosto. Está na natureza, no meu próximo e dentro de mim. Deus é e não deixa nunca de ser. Deus é Deus independente do nome que você dê a Ele, independente da forma como escolheu se comunicar com Ele, independente de quem você seja ou quem você ame. Deus é Deus independente de você acreditar nEle, independente da sua religião (ou da falta dela). Deus se manifesta para mim de forma diferente da qual Ele se manifesta para você, porque nossas necessidades são diferentes, nossas lutas são diferentes, nossos caminhos são diferentes. E Ele sempre vai arranjar um jeitinho especial de estar presente e te manter firme, mesmo que você não perceba, mesmo que você não acredite.

Hoje eu não deixo que ninguém tente me ensinar quem é Deus e o que Ele quer de mim. Eu O conheço desde o ventre da minha mãe, Ele esteve presente em toda a minha existência. Ele me conhece e entende as motivações que me levam a agir.

Mesmo que eu não tivesse uma trajetória de quase 18 anos dentro da Igreja Evangélica, Ele estaria aqui. “Eu sou o que sou” agora tem um significado diferente para mim. Mesmo que eu não tivesse um nome específico para Lhe dar, que eu não reconhecesse Sua presença, mesmo que negasse a Ele todos os dias, Ele estaria aqui.

“Eu sou o que sou” fez de mim quem eu sou. E isso inclui minhas opiniões consideradas “radicais”, meu temperamento explosivo, meu gênio meio difícil de lidar, minha compaixão sem limites, minha forma de amar exagerada e meu otimismo em um mundo em que todos os Seus filhos possam viver em harmonia e igualdade. Para lutar por esta ideia, eu abri mão da minha religiosidade. E quanto mais eu luto pelo que eu acredito, mais eu me aproximo de Deus.

Eu me sinto mais plena do que nunca, mais viva do que nunca e mais amada do que nunca. Talvez não seja tão herético assim, ser quem eu sou.

Anúncios

14 comentários sobre “Por que eu saí da Igreja?

  1. Interessante posicionamento, Stéphanie. Seu senso crítico e sua coragem nas palavras e nas atitudes inspiram qualquer um.
    Mas pergunto-lhe o seguinte: você parou de frequentar somente a igreja ou parou também de ler a bíblia? Pois muitas das coisas que os padres e pastores falam dentro das igrejas é o que está dentro da bíblia, e olha que não é difícil de achar. Eu, batizado, com primeira comunhão e crismado, quando criança dizia que queria ser coroinha e depois padre, de acordo com minha mãe. Claro que muito disso era bobagem que criança fala. Mas foi só começar minha crisma, na oitava série, (não que na sétima ou antes eu ainda pensava em ser padre, rsrs) que eu comecei a perceber que o catolicismo não era necessário na vida de ninguém. O catolicismo e a igreja eram simples meios das pessoas expressarem sua fé, desabafarem sobre seus problemas, praticarem atos bons. O grande problema vem da liderança, da forma vertical como se dão as igrejas, a hierarquia. Não há espaço para os questionamentos, para as intervenções, para diálogos livres de argumentação bíblica. Meus pais já nem iam para a igreja frequentemente, nunca criei vinculo nenhum, então foi fácil nunca mais ir a igreja.
    A bíblia como livro literário é provavelmente a mais rica obra. Algumas das falas de Deus e Jesus são incríveis, as passagens que são ditas nos casamentos, por exemplo, são muito bonitas. “na alegria e na tristeza, na saúde e na doença…”.
    Mas uma religião que segue somente o que quer de um livro, eu não consigo levar a sério, não consigo segui-la.
    Eu ainda não encontrei Deus, em nenhuma de suas formas de representação, e nem estou procurando. Respeito a fé de cada pessoa, a não fé também. Repudio totalmente qualquer tipo de preconceito. Antes eu tinha muitos preconceitos com evangélicos, mas já percebi faz algum tempo que provocações e ódio não resolvem absolutamente nada. Conheci evangélicos que mudaram minha vida e foram essenciais na minha formação como pessoa.
    O estado laico é a separação do estado e da religião, mas é também a garantia da liberdade religiosa e não religiosa.
    Não sou ateu e acho um pouco arrogante quem diz “Deus não existe”. Sua frase é poética e verdadeira: “Deus é Deus independente de você acreditar nEle”, é nisso que eu acredito também.
    Nem você nem eu entramos em alguns pontos da bíblia, mas podemos conversar melhor depois.

    Continue sua luta, Stéphanie. Eu estou junto com você, não vou desistir nunca, espero que você também não desista.

    PS: você não ataca a igreja, somente defende-se

    • Então, eu não parei de ler a Bíblia não. Claro que diminui consideravelmente a frequência, mas não tem como abandonar um livro tão completo depois de conhecê-lo. Eu penso exatamente como você “A bíblia como livro literário é provavelmente a mais rica obra”. A Bíblia é um livro sem igual, transmite ensinamentos importantíssimos, mas é extremamente perigoso. Uma obra que já foi usada para justificar as piores atrocidades cometidas contra a humanidade. Interpretação é muito importante, e também bom senso. Simplesmente não dá pra seguir a Bíblia ao pé da letra. Não tem como, não tem discussão, é anacronismo do pior tipo. E eu acho muita hipocrisia achar que a gente pode selecionar qual parte da Biblia a gente quer seguir cegamente e qual não quer, e pior, querer impor essas seleções aleatórias a outras pessoas. As interpretações são várias, e ficou muito claro para mim que se alguns lideres religiosos pregam com um discurso de ódio foi porque eles escolheram essa interpretação especifica, entre várias outras que poderiam ser feitas. O autor que eu citei no texto usa a própria Bliblia para provar que Deus não é exclusivo do cristianismo (o nome do livro é “Deus não é cristão”), logo, se existe essa interpretação, quando alguns pastores pregam que Deus é da Igreja evangélica, eles estão fazendo um discurso segregacionista por opção, e não porque é inevitável. Nesse sentido, sei que é preciso tomar muito cuidado ao ler a Bíblia.
      Que bom que você superou seu pré-conceito sobre evangélicos, posso te assegurar que existem MUITOS que não usam a religião como desculpa para segregação.

      Não vou parar nunca, esse foi o caminho que eu escolhi trilhar, essa foi a forma que eu achei para ser “luz do mundo e sal da terra”. E o apoio de pessoas como você me motivam sempre. Obrigada pela motivação, juntos somos mais fortes!

      • Nunca frequentei igreja alguma, mas reconheço que ultimamente precisava de um refúgio para as minhas dúvidas. Mas o ambiente nunca me seduziu. Em todo lugar que eu ia, era recebido como o “pecador que precisa de salvação”. Todos me “medindo”, e me deixando com a sensação de que era um estranho no ninho. E para mim, mesmo sem nenhuma iniciação religiosa, nunca concordei com a versão do Deus vingador, daquele que pune se não seguirmos o que está escrito na Bíblia. Deus, em minha concepção, é sinônimo de amor e principalmente amor ao próximo. O livre arbítrio é a expressão maior da divindade. Ou não seria muito mais fácil Deus aparecer para todos nós e dizer: “Façam o que a Bíblia manda”? Sendo assim acredito que para seguirmos o que Deus prega é muito simples: “Faça o bem, ame ao próximo e seja feliz”.

  2. Meus contatos do face…não estou compartilhando há algum tempo….o motivo é o seguinte: postei há algum tempo uma passagem Biblica (que deve constar na bíblia evangélica, católica, espírita…) sobre o homossexualismo, e acabei magoando uma colega que estudou comigo na PUC e que no último ano, demonstrou grande gratidão comigo.
    Então hoje posto um texto longo, mas é que o me representa: moral, ética e espiritualmente.
    Porque freqüento uma igreja
    Por vários motivos…mas tem 3 principais.
    1.para Orar! É o nosso Alimento!
    2.para Edificar! É o Nosso Alicerce
    3.para Comunhão! A Ceia do Senhor…onde relembramos que Jesus cumpriu a promessa de Salvação.
    Nasci numa família evangélica, cresci com um pé na igreja e outro no mundo, fui muito preconceituosa e pré- conceituosa… nada a ver com homossexualidade…sempre tive amigos e amigas gays e os respeito e os aceitos e amo eles…tinha a ver com os meus conceitos a respeito das pessoas e atitudes…
    Cresci com o conceito que Deus era castigador…mas Deus não acusa, não amaldiçoa, não castiga,…pois somos filhos Dele…nós sim…fazemos a escolha por livre e espontânea vontade.
    Deus é fiel, é Amor, é Perdão, é Colo, é Aconchego.
    Me converti pela DOR e não pelo amor e ainda hoje aprendo mais e mais sobre o que Deus tem para minha vida. Não quero outra coisa senão permanecer em Deus em Jesus e no Espírito Santo. Mas passei há alguns anos atrás por momento de grande depressão e uma criança na época me escreveu um bilhete que guardo até hoje e que me fez permanecer no amor de Deus.
    Deus fez o homem a sua semelhança e perfeito!!!!
    Deus criou o HOMEM e para que o homem não ficasse sozinho criou a MULHER…também perfeita…BIG BANG nenhum pode criar uma máquina perfeita, ou Você se olha no espelho e se sente parecido a um macaco? nada contra o animal heim!!! adoro os animais pois como esta em Gênesis… também é criação de Deus
    Deus ama a criatura (HOMEM….extensivo a MULHER e aos FILHOS) mas condena coisas erradas…isto esta claramente na BÍBLIA a mesma bíblia usada pelos EVANGÉLICOS, CATÓLICOS, ESPÍRITAS , SEITAS e atualmente muitas “IGREJAS” …mas parece que a interpretação muda …e aí a coisa complica.
    Meu desabafo pessoal… como é possível pessoas divulgarem partes de pregações para chamar um pastor de mentiroso, de preconceituoso. Gente vamos estudar a Bíblia e um pouco de história.
    Dízimo….esta na BIBLÍA! Cada um faz a sua parte…
    Existe sim pastor estuprador da mesma forma que existe padre pedófilo… alguém acha que não? alguém dúvida? Não é o que mostra os noticiários. Tem verdade e tem mentira.
    Mas a PALAVRA diz: ORAI e VIGIAI. Não se desvie do caminho, para que não seja acusado …e como é difícil…o caminho é estreito…já vi muitos pastores caírem …muita liderança cair…muita igreja fechar!
    Nós EVANGÉLICOS somos FANÁTICOS sim!!! … NOSSO ALIMENTO É A ORAÇÃO nós dobramos os joelhos e pedimos …consolo para as mães que perderam o filho em assassinatos de trânsito pelo excesso de bebida de outrem, por excesso de autoridade e mau preparo de quem deve proteger e não matar…oramos pelas famílias que os filhos estão se destruindo pelo uso de drogas…oramos pelas pessoas que estão enfermas…
    mas nunca barganhado com Deus, nunca exigindo de Deus, pedimos sim, que faça a VONTADE DELE sobre cada vida assim como Jesus ensinou seu discípulos com a Oração do Pai Nosso!
    Jesus pediu tão pouco … Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento e …Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
    Para quem conhece o livro do Apocalipse…estamos nos fins dos tempos…as profecias estão se cumprindo…busquem a Deus e voltem para Deus enquanto tem tempo…Não existe outro caminho, senão por Jesus Cristo…Palavras do Senhor.

    • Oi tiiiia haha.
      Acho muito importante que os evangélicos se defendam e tenham um espaço aqui também para se manifestarem. Você me conhece desde sempre né, sabe o que eu realmente quis dizer com esse texto melhor do que qualquer um que resolver ler e reler. Só por favor não me interprete mal. Não estou tentando influenciar ninguém de forma negativa, eu só achei o meu caminho de amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a mim mesma. Descobri que Deus não está só na Igreja evangélica e que Ele não é propriedade de nenhuma religião e fiquei muito feliz em descobrir isso! Eu sou livre de verdade. E não significa que eu não vá aceitar aquele convite que você me fez ontem, não sou mais religiosa mas ainda posso frequentar Igrejas, não vou abrir mão de nenhuma forma de manifestação divina e de nenhuma oportunidade de ouvir uma Palavra de amor.
      Não esquece que eu te amo!

  3. Achei incrível seu posicionamento. 🙂

    Passei muitos anos dentro de uma igreja evangélia e hoje em dia também não vou mais. Me senti livre. Me senti eu mesma. Me senti mais próxima do que chamamos de Deus, como você também citou.

    Eu fui para outro lado, hoje em dia não sou mais cristã.

    Conheço Jesus, e admiro seus ideais.

    Da mesma maneira que admiro de Mohamed, Moisés ou Buda. Mas não sigo nenhum deles.

    Apesar de tudo, aprendi a ser mais humana, menos preconceituosa e sinto que evolui como humana.

    Se isso te faz mais feliz, tenha certeza que Deus está contigo. Ele não gostaria que você estivesse triste, certeza. (:

    • É exatamente como eu me sinto. Que bom que você conseguiu achar o seu caminho. E eu acredito que Deus nos conhece e sabe os motivos que tivemos para tomar cada decisão, se você se sente bem como está e isso que conta. Beijos

  4. O texto poderia ter sido escrito por mim! rsrs Exatamente como me sinto! Amo Deus,mas não o deus das igrejas evangélicas…Estou cansada de tantas regras e tão pouco amor! Beijos

  5. Boa tarde, encontrei seu texto quando estava estudando. Li com muita atenção.

    Posso discordar de você em uma coisa? Você cita a frase “Deus não é cristão”. Que ele está em todas as religiões. Com isso você está simplesmente dizendo que tudo o que Jesus disse não é verdade. Deus é Cristo. E ele não está em todas as religiões, ele não está em todos os homens e mulheres. Religiões foram criadas por homens. Só nos tornamos filhos de Deus quando escolhemos aceitar o que Ele fez por nós.

    O que diferencia algo de Deus do que não é de Deus é justamente a presença de Cristo, e somente ele, de mediador entre nós e Deus. O resto, devemos nos afastar.

    Devemos amar as pessoas e ajudar as pessoas a encontrarem o caminho de Deus, pois nós todos já fomos pecadores e lutaremos contra o pecado durante essa vida, até o fim. Mas jamais generalizar dessa forma, como se o que Deus fez por nós não significasse nada.

    A própria bíblia diz que nos últimos tempos haveria uma falsa religião, um falso profeta, que tentaria unir todas as religiões e estados, e no fim essa falsa religião tentaria negar a Cristo.

    Não deixe que o engano de “eu posso ter Deus sozinho, na minha casa, sem igreja” e “eu posso fazer do meu jeito” entre em você. Que Deus te abençoe e que Ele mesmo se revele pra você.

    Um abraço,
    Marcelo, que veio do pó, que voltará ao pó e que conheceu a Deus somente por causa da misericórdia dele.

    • Olá Marcelo, obrigada pelo comentário.
      Mas eu ainda vou discordar de você porque essa visão de que somente o cristianismo é a religião correta além de ser etnocêntrica é uma falta de respeito com as outras religiões.
      Acho ótimo que você tenha o direito de acreditar no que acredita e seguir a fé que você acha melhor pra sua realidade, mas para a minha isso não faz sentido.
      Se me permite vou te deixar uma reflexão: Se Deus é cristão e a única religião que oferece a verdade, através da salvação em Cristo, é o cristianismo, então porque motivo deus permitiria que milhões de pessoas nascessem em locais onde geografica e culturalmente é impossível que elas sejam cristãs? Pessoas nascem e morrem em culturas onde o cristianismo nem é mencionado. Será que Deus é tão injusto que privaria uma parcela grande da população mundial de ter acesso à “religião verdadeira”?

      Abraço!

      • Já pensei muito nisso… principalmente no início, que eu sabia menos ainda do que sei hoje. Os mistérios de Deus não conseguimos entender hoje. Mas tenha a certeza que o cristianismo já chegou em quase toda a terra. E vai chegar em toda a terra antes que se cumpram o que a bíblia falou que iriam se cumprir.

        Deus conhece o coração de cada um. Ele sabe o propósito de cada criatura. Inclusive ele sabe o propósito daquelas que serão condenadas. Mas não serão condenadas por que Deus quer. Mas sim porque Deus deu essa escolha a nós. E deu essa missão a nós. E diariamente nós mesmos cristãos colaboramos com a condenação de outras pessoas por não nos empenharmos no que o evangelho nos diz. O mundo é mal.

        Pense que TODOS estariam condenados.

        O que Deus fez foi dar uma possibilidade de sermos salvos. Basta termos fé e botarmos em prática. Não seremos perfeitos, pois o pecado, que é o que nos separou e nos separa de Deus até hoje, está no meio de nós. Mas Ele deu esse plano maravilhoso pra que eu e você possamos ser salvos, não porque merecemos, mas por que Deus é bom.

        Se escolhermos isso, ele mesmo nos ajuda. Se não escolhermos, ele não poderá fazer nada.

        Muitos perecem hoje por causa dos próprios cristãos do passado, que rejeitaram o que Cristo disse e acharam que por si mesmos poderiam ter a vida eterna. Isso é um engano muito grande.

        A Igreja sempre se desviou, o homem sempre se desviou. Mas Deus achava algumas pessoas com coração disposto, que ele usava para reerguer

        Resumindo, todas as religiões pregam que o homem pode se salvar, bastando para isso fazer boas ações. Mas o homem é imperfeito, ele não pode, sozinho. Cristo disse que não precisamos ser perfeitos, basta nos entregarmos a ele e seguirmos o exemplo dele. E acima de tudo, crer que ele vive até hoje e faz morada em quem crê, diferente de todos os outros deuses, que estão mortos e nada podem fazer.

        É triste, olhando por nossa ótica. Mas o próprio homem colhe aquilo que planta. E ele planta maldade, ganância, inveja, soberba…. e colhe essa desgraça que vemos hoje.

        Que Deus te abençoe. Obrigado pela resposta.

  6. Assunto sobre as religiao e as dominacoes das igrejas eu fui criado desde miudo na igreja protestante nao e ma de todo tem coisas boas e doutrinas boas os pastores fala sobre Deus . Eu deixei de ir a igreja por ser posto de parte pelos dirigentes das igrejas e por ser filho do ex pastor reformado ha divisao de ideias nas igrejas protestantes eu nao concordo com isto ha que ser amigo uns dos outros . Eu prefiro ir ver os festivais da banda de Rock Girlschool e uma banda formada com mulheres elas aceita o pessoal todo e nao coloca de lado o pessoal as dominacoes da religiao nao aprendem com as bandas de Rock Girlschool mas sabem criticar as bandas ( A presento a banda The Iron Maidens e so mulheres no palco esta banda tem letras da musica morre os bons e vivem os maus e verdade esta banda fala sobre as guerras nao a violencia quem ve esta banda penca que e do diabo eu nao acho . Os dirigentes das igrejas devia mudar de atitudes e saber lidar com o pessoal mas nao o fazem as bandas de rock sabem lidar com o publico e com o pessoal nao fala sobre Deus mas da a entender com as letras das musicas da para entender

  7. Triste realidade. Com 20 anos de Cristão Protestante posso dizer que odeio ser chamado de evangélico. E não me considero um!!! Em termo você ta coberta de razão em buscar a verdade e não uma religião fraguimentada passada de seus pais. Deus é um só! Só que o homem vem e complica as coisas. Vivi na pele tudo isso que que você disse na maioria das igrejas “Evangélicas” que ja passei; no total de umas seis eu acho. Quem pensa e faz perguntas nessas igrejas é mal visto criticado e até perceguido. Jesus sendo Deus Filho enfrentou uma igreja corrúpita já naquela época, e ele continuou frequentando. O triste que vejo muitos como você. Desistem da caminhada e simplesmente deixam de ir a igreja. Já fiz isso e posso dizer que não é o caminho. A coisa é buscar um lugar sério que pregue a palavra de Deus sem apelos financeiros preconceituosos e que respeite a forma de ser e vestir de cada um, e que foquem o amor a Deus e ao próximo. A bíblia é o norte para quem diz ter Deus no coração! Não pego 2 ônibus e levo cerca de 90 minutos em média para congregar longe porque gosto de igrejas longe. Mas que no meu julgamento encontrei o meu lugar. Existem muitas igrejas ruins, mais também existem muitas igrejas boas. Pessoas que pensam como você são necessárias no congregar com outras pessoas, porque despertam nelas um senso crítico de já não pensar mais com a cabeça de seus líderes religiosos. Quando digo senso crítico me refiro com bom senso não a pessoas que criticam tudo e vivem a só criticar negativamente tudo. Que Deus continue te abençoando e que você seja instrumento dele para livrar nossos amados irmãos que tem a bíblia como norte, os ajudando a viver uma vida para Deus e não para instituições.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s